Loader

Por que eu não consigo escrever?

Ao menos uma vez nada vida você já se deparou com alguma situação em que precisava escrever e sofreu um terrível bloqueio. Trabalho de conclusão de curso, um discurso para um dia especial, um cartão de dia das mães e até uma mensagem de Facebook. Na hora que você mais precisava, sua mente travou. Tela azul do Windows. Desespero. E aí você teve que apelar por medidas desesperadas, como um ctrl+C/ctrl+V.
Não, você não é burro e nem a única pessoa da terra a passar por isso. Só não treinou o suficiente para ter uma escrita fluente. Como tudo na vida, escrever necessita mais de treino do que de talento nato.
O primeiro passo para vencer essa dificuldade é manter o hábito da leitura. Leia tudo o que você puder! Livros, jornais, revistas, encarte de supermercado e tudo o que estiver disponível. O hábito da leitura vai, a cada dia, preparando você para escrita. Pode ser que você não perceba, mas seu cérebro vai internalizando palavras, frases e expressões que te ajudarão a escrever com mais fluidez.
Além de te ajudar a criar uma espécie de dicionário mental, a leitura vai te ajudar muito na hora daquela dúvida gramatical. Nossa memória fotográfica vai assimilando a grafia correta das palavras e você terá menos dificuldade de lembrar se excesso é com x ou ç ou se ansioso é com s ou c.
Outra grande razão para você manter o hábito da leitura é porque ela te dá a possibilidade de adquirir inúmeras referências. Conhecer coisas diferentes te trará ideias diferentes. Essas ideias diferentes te proporcionarão mais criatividade, textos e temas inovadores. Se você quer que o seu texto seja legal, informe-se mais!
Quando a hora de escrever chegar, não imponha limites! Escreva sem medo de achar que a frase ficou grande demais ou que as palavras não combinaram. Continue criando sem pausas e permita que todas as suas ideias sejam colocadas pra fora. Deixe para fazer os ajustes na hora da revisão, quando a sua mente estiver mais calma e relaxada após aquele cafezinho.
Além disso, defina precisamente o objetivo do seu texto e entenda quem é o seu público leitor. Ter bem claro o que você deseja transmitir vai fazer com que você se expresse com mais exatidão. O importante é não desistir e nem apelar para cópias e paráfrases. Se você precisar de um fio condutor, use uma espécie de esqueleto de texto e vá adaptando suas ideias a ele, mas sem copiar.
Fique tranquilo! A cada dia a tarefa vai ficando mais fácil e logo você vai se tornar um Machado de Assis da modernidade. Tá, talvez nem tanto, mas o suficiente para que a mensagem que você quer transmitir seja entendida com clareza. Escrever é uma necessidade! Comunique-se! Afinal, é para isso que estamos aqui.

Maria e Nina
[email protected]