Nova fonte combina a escrita tradicional com o Braille

Nova fonte combina a escrita tradicional com o Braille

O Braille é um sistema de escrita tátil utilizado por pessoas cegas ou com baixa visão, escrito em superfície com relevo. O nome deve-se ao seu criador Louis Braille, que perdeu a visão em um acidente na infância. Em 1824, Braille desenvolveu aos 15 anos um código para o alfabeto francês em uma melhoria para a escrita noturna. Em 1829, ele publicou o sistema, que foi a primeira forma binária de escrita desenvolvida na era moderna.

Agora, em 2018, uma adaptação deste sistema foi criada pelo designer japonês Kosuke Takahashi. Na verdade, a proposta dele não visa interferir na estrutura do Braile, mas melhorar a inclusão e disseminação do sistema.  Takahashi acaba de criar a Braille Neue, uma tipografia universal que busca combinar o braille com caracteres já existentes. Um tipo de letra que comunica tanto para as pessoas que enxergam como para as pessoas cegas no mesmo espaço.

 

4

 

Como funciona?

Os pontos em relevo, que fazem parte do alfabeto Braille, aparecem integrados aos caracteres do alfabeto tradicional, tornando qualquer palavra legível tanto para pessoas de visão normal quanto aos deficientes visuais. O designer criou a proposta para os Jogos Olímpicos de Tóquio em 2020, e defende que a implementação dessa fonte em espaços públicos não só seria de ajuda para deficientes visuais como também seria uma ótima forma de familiarizar o público geral com o alfabeto Braille.

Apesar disso, no Twitter, Takahashi informou que o projeto ainda não está pronto, mas que está sendo finalizado e será disponibilizado gratuitamente na internet.

 

6

 

 

 

 

 

 

Aguardamos ansiosos para que esta tipografia fique pronta e seja utilizada em muitos lugares mundo afora!

5 3

Peterson Fernandes
Peterson Fernandes
[email protected]