Loader

MarkNewYorkTrip – Aquele em que tudo foi incrível

MarkNewYorkTrip – Aquele em que tudo foi incrível

Quando você acorda sabendo que terá um dia com lugares inacreditáveis para conhecer, nada te deixa de mau humor, nem o horário, Julinha que o diga.
Assim começou o nosso dia, com bom humor, muita disposição (apesar dos pés um pouco destruídos) e muita vontade de sair pela cidade conhecendo tudo!
Então, depois do nosso café da manhã maravilhoso, saímos direto para conhecer um dos lugares que estávamos mais ansiosas, o prédio do Friends! Antes de chegar lá, paramos no Washington Square, já que a estação era bem próxima. O parque é lindo e tem uma réplica do arco do triunfo. Depois de algumas fotos, partimos para o prédio, que fica bem pertinho!
Quando chegamos, a emoção foi muito grande, afinal, somos muito fãs da série! Colocamos a música pra tocar e até esperamos um pouquinho pra ver se o Ross, a Rachel, o Chandler, a Phoebe ou a Mônica apareciam por lá. Além do prédio, o Greenwich Village é um bairro charmoso e cheio de ruas e cafés que vão fazer você se sentir dentro de um filme americano.

Depois de achar que a emoção tinha acabado, fomos visitar o Memorial do World Trade Center e é inexplicável o que se sente lá. Um misto de tristeza e um respeito por todas as pessoas que se foram naquela tragédia e de admiração por uma homenagem tão linda! O artista realmente conseguiu passar emoção de uma forma bem singela e ao mesmo tempo grandiosa.

Partimos para um local com muitos dinheiros, Wall Street. Fomos direto para o famoso Touro , cuja lenda diz que tocar no seu ” saco”, atrai prosperidade financeira( que boniiiiitooooooooo). Tocamos? Sim, né? Já estávamos lá mesmo! Estamos ricas? Não, mas estamos em Nova York, bjs.

Pegamos um almocinho no Subway e fomos comer em um parque ali pertinho. Esse é o jeito que estamos mais gostando de almoçar, ao ar livre e perto das pessoas!

Antes de ir para a Estátua da Liberdade, pegamos um sorvete bem gostoso em um lugar que agora não lembramos o nome, mas podemos revelar em outro momeeeento.

O passeio da estátua é lindo e quanto mais pertinho a gente vai chegando dela, mais você não acredita que está ali, naquele momento, visitando algo tão icônico e importante. Com esse passeio aprendemos que a piada ” tem uma igual na Havan” pode ser um pouco cansativa, tá meninas?
Os souvenirs são lindos, mas bem carinhos. Dá vontade de trazer pra todo mundo, mas infelizmente tocar nas bolas do Touro ainda não fez efeito.

Em seguida, um motivo de orgulho! Acertamos o metrô para ir à Estação Central, que inteligentes (claro que ainda não contamos pra vocês que no primeiro dia, erramos o caminho do hotel e andamos quase 30 minutos com as nossas malas no sol). Chegando na Estação Central, ficamos impressionadas com a beleza do local. Não é simplesmente um prédio com um monte de coisas dentro, é incrivelmente detalhado, arquitetura belíssima e bem top (hahahahaha). Agora entendemos porque tantos filmes já usaram o local como cenário. Ah, lá também tem uma Apple Store super conceitual e moderninha, adoramos!
Saímos da Estação Central para comer alguma coisa, pois o que tínhamos planejado comer lá (Cheesecake do Junior’s) estava fechado. No caminho, passamos pela Biblioteca de NY e entramos, assim, malandramente, para dar uma olhadinha. Nossa, foi a coisa despretensiosa mais legal que fizemos. Local lindo, conservado e com Wi-Fi maravilhoso. Hahaha

Ainda mortinhas, continuamos caminhando na Quinta Avenida até acharmos um local legal pra comer. Quando estávamos quase aceitando o fato de comer algo não tão legal, achamos um Shake Shack. Batatinhas com queijo inesquecíveis, acho que temos um novo amor!

Com a barriguinha cheia e bem felizes, voltamos pra casa no nosso metrô de sempre ( praticamente locais) e cuidamos bastante dos nossos pezinhos no Hotel!

Continuem acompanhando nossas aventuras! Obrigado pra todo mundo que mandou recadinho dizendo que gostou do texto.

We are living the dream! Desculpa o clichê, mas é a mais pura verdade.

Jorge Urresta Neto
[email protected]