Loader

Diário de Bordo MarkEurotrip2 – Paris é uma obra-prima

Diário de Bordo MarkEurotrip2 – Paris é uma obra-prima

Sem palavras para descrevermos a emoção que vivemos no segundo dia de nossa “Eurotrip”.

Para compensar o primeiro dia um pouco cansativo e confuso, nada como um dia após o outro! Apesar de dormirmos pouco, decidimos acordar bem cedo, pois avaliamos que um sonho desse vivido em Paris não pode ser desperdiçado dormindo. Partimos primeiramente para o metrô até o outro lado da cidade para mudarmos de hotel por uma questão de comodidade. Em seguida partimos para nossa aventura em busca do primeiro ponto turístico mais visitado do mundo, a torre Eiffel. Lá nos deparamos com a paisagem mais fantástica que poderíamos. Com um céu de brigadeiro e pessoas bonitas, foi perfeito para centenas de fotos.

A vista do topo da torre é um sonho. Paris é uma obra-prima da natureza e da engenharia!

Continuando o passeio, logo em frente nos deparamos com a Champ de Mars, um lugar perfeito para um piquenique e apreciar a vista da torre de um ângulo sensacional.

Após uma longa e divertida caminhada decidimos fazer uma visita museé de L’Armée, perfeito para quem curte história da guerras mundiais, idade média e o belíssimo e imponente mausoléu de napoleão.

Já era tarde quando percebemos que caminhamos tanto que já estávamos na Champs-Élysées, passando pela antiga ponte Alexandre III que dava acesso ao Grand Palais, onde naquele momento ocorria a première da Exposição Paris Photo, que possivelmente iremos visitar.

Já na Avenida Champs, as decorações natalinas estavam a todo vapor com centenas de casinhas brancas (estilo quiosque) que irão oferecer aos turistas Artesanatos, presentes e gastronomia.

Era início de noite quando os pés já não obedeciam mais e começavam os princípios de cãibras, mas somo brasileiros, não é mesmo?

Ali pertinho, no final da avenida mais algumas dezenas de belíssimas fotos na Place de La Concorde, e um passeio pelos Jardin des Tuileries na Rue de Rivoli, que é perfeita para compras por um preço acessível.

Fizemos ali mesmo uma visita ao Maison Angelina, um lugar requintado fundado em 1903 que serve um dos melhores chocolates quentes de Paris, do qual fomos obrigados a levar alguns produtos. A noite estava tão bela que já era possível avistar o Louvre para mais algumas fotos.

Retornamos pelo mesmo caminho para um delicioso jantar na charmosa Champs-Élysées e terminarmos nosso passeio perfeito no Arc de Triomphe.

E depois? Aí é hotel, já que o corpo não deixou fazer mais nada. Mas amanhã tem mais!

Geovane Speckhahn

Jorge Urresta Neto
[email protected]