Loader

Cordialidade

Cordialidade

Nas duas últimas semanas a Marketeria recebeu a missão de captar imagens de mais de 100 funcionários, divididos em turnos durante as 24 horas do dia, e que deveriam ser fotografados em seu ambiente de trabalho. O objetivo deste projeto era a produção de um áudio visual para homenagear os funcionários com mais de 5 anos e com mais de 10 anos de casa.O vídeo será exibido hoje na festa de encerramento, onde as ações serão formalizadas com a entrega de homenagens assinados a punho pelo diretor da companhia. Mas voltemos ao assunto do primeiro parágrafo!Bom, o ato da fotografia em si já é um pouco invasivo, principalmente se o trabalho for de retratos (uma visão mais teórica do tema).A maneira como as pessoas eram abordadas, e a pouca explicação que recebiam sobre o objetivo das fotos eram um prato cheio para que houvesse uma rejeição ou até mesmo atitudes mais ríspidas, algo que seria totalmente compreensível.Para complicar, o Porto de São Francisco do Sul atravessa um período de intensa atividade pela inoperância do Porto de Itajaí, fato que aumentou consideravelmente a carga de trabalho para todos. Não posso deixar de comentar a impressão que tive da atividade dessas pessoas, que pelo pouco que convivemos de perto deu pra sentir o quanto pode ser estressante o dia-a-dia no porto, seja no pátio, no gate ou no prédio.Porém, para nossa agradável surpresa, os colaboradores do TESC e da WRC, deram um show de cordialidade. TODOS, independente do posto de trabalho, nos receberam muito bem.Ajudavam quando encontrávamos dificuldade para encontrar alguém da nossa extensa e interminável lista (rádio ou acompanhando), informavam sobre escalas e mudanças de turnos, mas principalmente, nos recebiam com muito bom humor, satirizando (no bom sentido) as fotos que eram feitas com seus colegas.Tudo isso tornou o nosso trabalho, bastante compensador. Cansativo, mas muito compensador.

Jorge Urresta Neto
[email protected]