Loader

Bolo publicitário cresceu 3,11 % no semestre

Bolo publicitário cresceu 3,11 % no semestre

O investimento em publicidade no mercado brasileiro cresceu 3,11% no acumulado de janeiro a julho de 2013 e 7,11% na comparação mensal (julho de 2012/julho de 2013), segundo o Projeto Inter-Meios. Os números, divulgados nesta quarta 2, aquecem a expectativa de crescimento do mercado após um baixo desempenho semestrall, de 2,4%.

 

Este é também o primeiro relatório a separar investimentos digitais segundo Internet Pura, com veículos essencialmente digitais, e Internet – Outras Mídias, com números de receitas digitais de meios tradicionais, como jornal, revista e TV. A novidade, que procura dar maior precisão aos dados referentes a áreas cujo aporte publicitário opera de maneira distinta, foi decidida após a reunião semestral do projeto, com aprovação de seus coordenadores, dirigentes do Interactive Advertising Bureau do Brasil (IAB) e da PricewaterhouseCoopers, responsável pela auditoria dos dados.

 

Esse levantamento mostra que a Internet Pura recebeu, em julho, aporte 3,5 vezes maior que outras mídias: R$ 89,11 milhões contra R$ 25,9 mi. No acumulado do ano, o setor recebeu investimentos de R$ 579 milhões, enquanto o digital de outras mídias recebeu R$ 162,95 mi. Por ser o primeiro mês desse tipo de medição, ainda não há dados comparativos entre períodos. A internet como um todo, porém, caiu 2,82% na comparação entre meses e 13,41 entre períodos janeiro-julho.

 

Outros meios que tiveram desempenho decrescente foram Guias e Listas, com decréscimo de 29,54%, fechando o período janeiro-julho em R$ 107,83 milhões; Revista, com -7,68% e R$ 931,193 mi; Jornal, com -5,4% e R$ 1,823 bilhão; e Cinema que, apesar de ter fechado o período estável (com +0,97% e R$ 55,33 milhões), teve íngreme queda na comparação julho/julho, perdendo 41,63% de investimentos publicitários (veja o comparativo mensal na tabela abaixo). A perda é ainda mais representativa se considerado que julho, mês de férias escolares, costuma receber grandes estreias em cinemas.

 

Por outro lado, apresentaram crescimento Mídia Exterior, com alta de 12,97%, fechando o período janeiro-julho em R$ 579,39 milhões; Rádio, com +9,54% e R$ 723,68 mi; TV por Assinatura, com +9,64% e R$ 750,21 mi; e TV Aberta, com +6,15% e R$ 11,48 bilhões. Esta permanece como a mídia com maior fatia do mercado, com 67,3%, crescimento também na comparação com julho de 2012, quando tinha 65,2%.

 

Tabelas.indd
Fonte: Projeto Inter-Meios Crédito: Arte/Meio & Mensagem

 

Jorge Urresta Neto
[email protected]